domingo, 12 de dezembro de 2010

Happy Christmas!!!

Hello people,

     Minha semana foi cheia (pra variar), mas para preparativos de minha viagem de férias. Fora isso, alguns protestos de estudantes sobre aumento de mensalidades das universidades (não sei pra quê vão aumentar, mas é coisa do meu boss e estou fora deste rolo). Kiku estava em casa e fizemos várias coisas juntos (mas não vão pensar em besteira, humph!). Uma delas, além de fazermos algumas delícias, fui arrumar minha casa para o Natal e organizar alguns álbuns de família, encontrando algumas pérolas. Mas antes disto, deixa eu entregar antecipadamente o presente às "crianças" da turma. Liechtenstein, Sealand, Wy, Ciprus, Latvia e Taiwan, espero que gostem.


     A primeira é uma das lembranças mais bonitas que eu tenho, quando Mathew e Alfred eram pequenos e eu lia estórias para eles dormirem. Na véspera de Natal, eles sempre pediam para eu contar algumas histórias natalinas, enquanto eles insistiam em esperar o tal Santa Claus. Alfred era louco para vê-lo de verdade (lê-se obsecado - espero que ele tenha descoberto que é o Finland, né?!). A que as crianças pediam mais, obviamente, era "A Christmas Carol", de Charles Dickens. Lógico que, depois de tantas histórias, todos acabavam adormecendo e dormindo juntos por causa do frio de dezembro.


     Encontrei a foto também do dia que dei o Kumajirou de presente para Mathew, que gostou muito (tanto que até hoje ele não desgruda do urso - não sabia que estava entregando um psicopata para o garotinho =.=). Francis estava presente e, não sei porquê, foi ele que ajudou-me a escolher.


     E, por último, encontrei uma foto em que Alfred e Mathew aprontaram comigo no último natal, trazendo o Francis para a casa do America e tipo, largou nós dois sozinhos. PUTZ, AMERICA, O QUE VC QUERIA, UMA TERCEIRA GUERRA MUNDIAL? Ainda bem que só virou Guerra de Neve e concurso de bonecos de neve...


     E para não ficar devendo para ninguém, vou colocar algumas curiosidades sobre o Natal.

  • A canção "White Christmas" tem o crédito como o mais vendido do Natal único de todos os tempos.
  • Papai Noel tem nove rena Rudolph contando que puxam seu trenó.
  • Saturnais, os romanos era o feriado que foi celebrada em dezembro.
  • Não foi até cerca de 200 anos após a morte de Cristo que os cristãos começaram a celebrar o seu nascimento.
  • No norte da Europa havia um feriado conhecido como Yule. Eles comemoraram este feriado, fazendo grandes fogueiras. Eles então iriam dançar ao redor das fogueiras, gritando para o inverno acabar.
  • A Áustria foi o primeiro país a emitir um selo postal de Natal.
  • Prata e dourado são as cores populares de Natal depois de vermelho e verde.
  • Eggnog a comida popular de Natal foi uma descoberta norte-americana.
  • A Christmas Carol "Vi mamãe beijar Papai Noel" foi feita pelo famoso Jimmy Boyd, quando ele tinha apenas 12 anos de idade
  • As luzes de Natal foram inventados pelos americanos Ralph E. Morris.
  • WCT Dobson inventou o cartão de Natal.
  • O Canadá é o maior exportador de árvores de Natal.
  • King's Canyon National Park, Califórnia tem a maior árvore de Natal do mundo. (Até alguém ultrapassar o record, o que não é muito difícil)
  • Coca-Cola fez o conceito do Papai Noel popular na América. 

    Minha árvore de Natal...(Não ficou lá aquelas coisas...=.=)

      E agora, saudações de Natal em várias línguas, aproveitando e desejando à todos um Happy Christmas!!!


Afrikaner [Afrikaans]  
"Geseënde Kersfees"
Albanês  
"Urime Krishtlindjet"
Amárico  
"Enkwan laberhana ledat abaqqawot" OR "Melkam amat ba`al yehunellachihu"
Árabe 
 "Milad Majid" OR "Milad Saeed"          
Argentina 
"Feliz Navidad"
Armênio 
"Shenoraavor Nor Dari yev Pari Gaghand"
Bielo-russo  
"Winshuyu sa Svyatkami”
Boêmio  
"Vesele Vanoce"
Português do Brasil  
"Feliz Natal"
Bretão  
"Nedeleg laouen na bloavezh mat"
Búlgaro
"Tchestita Koleda" OR "Tchestito Rojdestvo Hristovo"
Camboja
"Soursdey Noel"
Chinês Mandarim
"Sheng Dankuai Le"
Chinês Cantonese
"Sing Daan Faai Lok"
Cornish
"Nadelik Lowen"
Croata
"Sretan Bozic"
Checa
"Velike Vanoce"
Dinamarquês
"Glædelig Jul"
Holandês
"Vrolijk Kerstfeest"
Inglês [Americana
"Merry Christmas"
Inglês [Austrália]
"'Ave a bonza Chrissy, Mate"
Inglês [UK
"Happy Christmas"
Esperanto
"Gojan Kristnaskon"
Estoniano
"Roomsaid Joulu Puhi"
Persa
"Christmas-e-shoma mobarak bashad"
Feroês
"Gleðilig Jól"
Filipino
"Maligayang Pasko"
Finlandesa
"Hauskaa Joulua"
Francês
"Joyeux Noël"
Frísio
"Noflike Krystdagen en in protte Lok en Seine yn it Nije Jier"
Gaélico
"Nollaig Shona Dhuit"
Alemão
"Froehliche Weihnachten"
Grego
"Kala Christouyenna"
Havaiano
"Mele Kalikimaka"
Hebraico
"Mo'adim Lesimkha. Chena tova"
Hindi
"Shub Badadin"
Húngaro
"Boldog Karácsonyt"
Islandesa
"Gledileg Jol"
Índia
"Tamil Nadu - Christmas Vaazthukkal "
Indonésio
"Selamat Hari Natal"
Iraquiano
"Idah Saidan Wa Sanah Jadidah"
Irlandês
"Nollaig Shona Duit"
Italiano
"Buon Natale"
Japonês
"Meri Kurisumasu"
Klingon
"QISmaS Quch Daghajjaj"
Coreano
"Sung Tan Jul Chuk Ha"
Latvian Letã
"Prieci'gus Ziemsve'tkus un Laimi'gu Jauno Gadu"
Lituano
"Linksmu Kaledu"
Malaio
"Selamat Hari Natal dan Tahun Baru"
Maltês
"Il-Milied it-tajjeb"
Maori
"Meri Kirihimete”
Navajo
"Ya'at'eeh Keshmish"        
Nova Guiné Pidgin
"Meri Christmas"
Nova Zelândia
"Happy Christmas"
Norueguês
"Gledelig Jul"
Alemão da Pensilvânia
"En frehlicher Grischtdaag"
Peru
"Felices Fiestas" OR "Feliz Navidad"
Polonês
"Wesolych Swiat Bozego Narodzenia”
Português
"Feliz Natal"
Punjabi
"Hacahi Ke Eide"
Romeno
"Sarbatori Fericite"
Russo
"S Rozhdestvom Kristovym"
Sérvio
"Hristos se rodi" "Hristos se rodi"
Eslovaca
"Sretan Bozic" OR "Vesele vianoce"
Samoan
"Manuea le Karisimasi"
Gaélico Escocês
"Nollaig chridheil huibh"
Eslovaca
"Vesele Vianoce. A stastlivy Novy Rok"
Esloveno
"Srecen Bozic"  
Espanhol 
"Feliz Navidad"
Suaíli
"Heri ya Krismasi"
Sueco
"God Jul"
Tagalog [Filipinas]
"Maligayang Pasko"
Taiti
"Ia ora'na no te noere"
Telugu
"Santhasa Krismas"
Tailandês
"Suksan Christmas"
Turco
"Noeliniz Ve Yeni Yiliniz Kutlu Olsun
Ucraniano
"Z Rizdvom Krystovym" OR "Veselogo Rizdva"
Urdu [Paquistão
"Shadae Christmas"
Usbequistão
"Yangi Yiligiz Mubarak Bolsun"
Vietnamita
"Chuc Mung Giang Sinh"
Galês
"Nadolig Llawen"

     Divirtam-se todos e Feliz Ano Novo (antecipadamente!).




See you soon...

[Off: Último post antes de eu viajar, portanto, só em Janeiro terá novidades. Desculpem pela tentativa de fazer algo especial, problemas com tradução (google translator sucks) e formatação (aff, tá uma m****). E Feliz Natal e Próspero Ano Novo para todos vcs! Ah, e o presente de aniversário do Rússia só em Janeiro mesmo, assim como o Amigo e Inimigo Secreto.]
















































































































































































































































quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Dream with Nihon and roses...

Good afternoon, people...

     Finalmente consegui meu pc de volta (Hungria veio aqui em casa para conversar com o Nihon e depois alugou meu pc - não sei porquê ela demorou tanto tempo). Mas, antes de falar sobre a visita de Hungria e a estadia de Nihon em minha casa, tenho que falar o que ocorreu depois da sessão de Harry Potter com o Francis (tipo, depois de ele dormir em minha casa). 

      Day after, eu acordando com aquela cara de sono típica (eu fico muito ranzinza de manhã) e o Francis sentado na poltrona do meu quarto FUMANDO. Na minha cama, tinha um café da manhã completo. Eu estranhei aquela atitude, já que ele dormiu no quarto de hóspedes e eu tinha trancado meu quarto (com o pedobear em casa, melhor não bobear), entregando as chaves para Sininho (minha amiga que, pelo jeito, não tão amiga assim =.= ).Vcs acharam que terminou? Não, tem mais. Francis me propôs casamento pela 16537466791004987º vez. Sou traumatizado pelas tentativas dele (mas que nunca deram certo, mas era cada plano mirabolante - não sei como caí neste aqui =.=)

 
     Tive que me manter firme, sai da cama, fui na suite e troquei de roupa, voltei, peguei o copo de leite que estava na bandeija do "café romântico" que Francis preparou, aproximei-me dele e ... *insirem troll face aqui* derrubei o leite bem na cabeça daquele fumante.


     Depois,  só poderia ter briga mesmo. Ele deu uma de "Priscila Rainha do Deserto", falando que não tenho modos, que eu deveria aceitar este casamento, blablabla. No fim, o cara estava tão nervoso que não saiu da minha casa pelos modos convencionais: pulou a janela do meu quarto e escorregou na neve *insirem minhas risadas maléficas aqui quando presenciei a cena*. Confesso que meu dia ficou melhor quando ele saltou da janela.
     
     Sunday, eu sonhei um algo estranho enquanto dormia (lógico, eu não vou sonhar acordado...). Estava andando em um local ignorado do mundo, cheio de névoa, onde eu não enchergava um palmo à minha frente. Até que essa espessa névoa se abriu, revelando um céu muito estrelado e uma Lua  muito brilhante e bonita. Tinham-se várias rosas azuis e coroas de flores que indicavam um caminho a seguir. Seguindo, ainda bobo pela beleza do lugar, encontrei Nihon lá, seguindo uma borboleta azul e preta, muito bonita. 


     Depois disto, acordei com uma campanhia e estranhei: "Putz, quem será à esta hora da noite?". Saí do meu quarto e fui atender a porta. Geralmente eu não faço isso, mas estava com um pressentimento de que alguém muito importante precisava de minha ajuda. Quando abri a porta, dei de cara com Nihon com seu cachorro e algumas malas.

     - Preciso de um lugar para ficar, destruíram minha casa.
     - Entre e conte-me essa história direito. - acho que deixei Kiku assustado, meu cabelo estava uma zona e eu, com aquela cara de zumbi.

     Acomodamos as coisas do Kiku no meu quarto de hóspedes (que antes estava o Francis, mas fiz questão de detetizar o quarto quando ele saiu) e fomos para a cozinha. Enquanto eu preparava um chá, ele contou-me tudo sobre mais um encontro que demoliu uma casa (sério, na próxima vez não vou convidar ninguém para vir aqui, acabei de reformar minha casa uns dois meses atrás). Com o chá pronto, fui serví-lo e nossas mãos se tocaram na xícara ao mesmo tempo, provocando a famosa vermelhidão em nossas faces (eu não sei porquê/mentira). Depois do chá, fomos dormir. 


     No dia seguinte, estava ocorrendo tudo bem (tipo, segundona, a polícia me ligando de manhã avisando que prendeu aquele cara do Wikileaks - ainda bem, daqui a pouco ele iria denunciar até a cor das roupas íntimas dos países - mas não foi por suas denuncias e sim, por assédio a uma moça na Suíça - lol). Nihon ajudou-me nos afazeres domésticos e até cozinhamos juntos. Ele fez yaksoba e comemos uma torta de maçã de sobremesa. Logo que terminamos a louça, a campanhia tocou e advinhem? Hungria estava lá, empacotada por causa do frio, mas veio pelos mangás "suspeitos" do Nihon. Até aí, tudo bem.


     Mas ela começou a agir estranhamente, sempre deixando nós dois a sós (que, sinceramente, achei muito suspeito, já que eu e Nihon estávamos à sós antes dela chegar). Até que Nihon, depois do chá da tarde, ficou um pouco mais empolgado e pediu para eu ajudá-lo num concurso de cosplay. O duro era que ele queria que eu me vestisse de menina (não sei porquê todo mundo gosta de me ver vestido de menina, OMG!). No início ele não me convenceu, mas depois apareceu a Hungria do nada e me botou o tal vestido (com paneladas grátis). Não me senti muito bem vestindo aquilo, mas pelo jeito Nihon gostou (amigo da onça....).


     Aí, Hungria gostou da idéia e trocou nossas roupas novamente, colocando outros vestidos (ah, recebemos várias paneladas e como somos cavalheiros, não atacamos a não tão ilustre dama). Eu manifestei-me e fui no banheiro (se eu não puder ir no banheiro na minha própria casa...*insirem um emotion vermelho de raiva*) só que ela botou o Nihon junto à força
 

     Ficamos muito vermelhos e, desconfortáveis, até que achei uns roupões de banho e fomos trocar atrás do boxe do banheiro, colocando algumas toalhas em cima do boxe justamente para melarmos o plano da Hungary (pelo jeito era tirar fotos yaoi, dã). Eu e Nihon, envergonhados pela situação (mais alguns olhares, bem, digamos, estranhos), arquitetamos um plano para acabar de vez com o plano da Elizaveta. 


     Eram cinco horas e preparei religiosamente meu chá com scones e servimos um chá batizado à Elizaveta (que passou a tarde ora tentando nos colocar em situação perigosa, ora no meu pc vendo sabe lá o quê). Bem, se ela percebeu que foi dopada, foi tarde demais. Ela dormiu e eu, como um gentleman e lord inglês da mais alta classe, conduzi a dama até um quarto de hóspedes agradável para ela aproveitar melhor o seu sono. Então, aproveitamos o sono de Eliza e fomos até meu quarto, nos trancamos lá dentro e ficamos assistindo tv até dar a hora da janta. Kiku teve a idéia de pedir pizza e mandarem entregar no quarto (anos de experiência de hikikomori). Eu achava que não entregariam, mas se o Francis saiu da minha casa pela janela...
 

     Passamos a noite trancados no quarto. De vez em quando saíamos, para olharmos o estado da Elizaveta, que dormia feito anjo (só dormindo mesmo...). Ligamos para o Rode avisando que ela dormiria aqui em casa porque estava cansada e, ok, inventamos uma desculpa, mas ela foi bem cuidada aqui, ok?! 
     No dia seguinte, Hungria recebeu mais mangás de "gosto duvidoso" e deixou-nos em paz. Parece que ela compreendeu que nós queriamos ficar a sós, mas sem interferência. Kiku está quebrando a cabeça na reconstrução já que ele pretende aprimorar o que ela já era, mas parece que seus construtores estão tendo idéias melhores. Bem, Kiku é muito criativo.
    Por hoje é só.

See you soon!

Ps - A pizza foi entregue na janela do meu quarto, como foi pedido...

Recados

Cara do Wikileaks: Se vc mexeu com a Liechtenstein, vc não sairá vivo nem de Londres. Se não for nós, o Basch irá com uma fúria indomável. (isso se ele puder ler isso...)

Roderich: Cuidamos de sua amada, mas toma mais cuidado, ok?! (Ela só pode estar na falta, só pode...*facepalm).

Hungary: Saiba que não foi por mal termos te dopado. Vc estava muito estranha. (E deixamos BEM CLARO que não abusamos de vc).

Francis: RÁ RÁ RÁ RÁ RÁ *rindo de doer a barriga ainda por causa do tombo no gelo.

Nihon: Desculpe pelos transtornos *vermelho.

Para todos que lerem este blog: NÃO PENSEM EM BESTEIRA!!!!! E ainda não descobri o final ou o significado daquele sonho com Kiku.


[Offa: De praxe, desculpem-me pelo post enorme, pelos erros que podem ter o texto, palavras de outras línguas, etc, etc. Espero que gostem, não quis aprofundar nada, mesmo porquê não tenho vocação para yaoi...rsrsrsrsrs.]



 



   

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Domingo dia de...Frigideira a solta!

Boa noite, pessoal...

     Meu computador deu um probleminha e, já que fui visitar o Kiku na casa do Artie, o Igirisu me emprestou o notebook dele. Tenho que comunicar um fato que ocorreu ontem. Todos devem estar se perguntando: "Como, Kiku está na casa do Artie?". Eu vos explicarei, mas resumindo tudo: a casa do Nihon foi demolida por um EVA. Querem saber da história? Vou contar desde o início.
     Lá na Grécia antiga (er, desculpa, fui muito longe)...Domingo, dia cinco de dezembro de 2010, estava indo para casa do China (porque o Rode me trocou pelo bastardo do Gilbo não sei porquê Ç_Ç) e estava afim de descontar minha raiva em alguém (ou vários, se tivesse oportunidade). Estava munida das minhas duas armas poderosas: minha câmera fotográfica e minha frigideira. Logo que bati na porta da casa do Yao, escutei um grito ao fundo pedindo socorro e preparei minha frigideira.


     Entrei na casa e encontrei Yao com Feliciano não lembro fazendo o quê, porque passei correndo na direção do grito de socorro. Primeiro fui no quarto, mas não encontrei nada. Escutei o barulho do chuveiro e fui lá também. Cheguei lá só tinha o Yao escovando os dentes e Feliciano tomando banho e quando olhei para o corredor, vi Denmark e Império Otomano correndo atrás do Nihon (sim, a voz pedindo socorro era dele). Escutei o barulho de um carro arrancando e, seguindo Denmark e Império Otomano, eles entraram em um outro carro. Não iria perder uma oportunidade de yaoi, já que descobri por informantes secretos que eles estavam casados, e consegui me esconder no banco de trás do carro enquanto eles arrancavam atrás do Nihon.  (Como consegui entrar no banco de trás? Técnica ninja, quando você perceber será tarde demais).

     Quando o carro parou, os dois começaram uma conversa romântica e, lógico, flagrei eles no amasso e minha câmera falou por si mesmo (me denunciando também =.=). Império Otomano perguntou-me: 
     -Ei, eu te conheço?
     -Não.
     Mas não demorou tanto quanto gostaria (para poder tirar mais fotos) e os dois saíram do carro. Saí logo depois e corri para dentro da casa do Nihon. Estava muito estranha, cheia de segurança e EVAs por todo o lado. Conseguia desviar das armadilhas com facilidade (Kiku, vc precisa rever seu sistema de segurança), até chegar na porta do quarto do Kiku, que estava cheia de faixas tipo "Não entre", uma barreira de força e Denmark tentando destruí-la.
     - Ajude-me, Hungria, não consigo destruir esta barreira de força.
     - Deixe o Kiku em paz. - não estava entendendo porque estava fazendo isso, mas eu tinha certeza que acidentalmente estava ali para salvá-lo dos dois.
     - Você não tem nada a ver com isso, Hungria. Preciso ver meu filho.
     - Kiku não é filho de vocês. - e tinha planos para o "filho" deles quando aquela bagunça acabasse.


     E nisso começamos a lutar. Ele, armado com seu machado, eu, com minha fiel frigideira. Denmark era um ótimo lutador, mas eu também sou muito boa. Durante o embate, ele começou a me chamar de mulher macha, aquelas borrachas sem sentido e preconceituosas de sempre, então eu falei:
     - Império Otomano tem um Harém e pode trocar você por ele.

     Quando ele iria me atacar com sua fúria nórdica, tudo começou a desmoronar. O sistema de defesa do Kiku foi quebrado. Depois de muita bagunça, consegui sair dos escombros e comecei a procurar Honda. Encontrei sob a sua cama com alguns escombros em cima. Estava desacordado e comecei a retirá-lo com cuidado. Em cima dos escombros, o EVA responsável estava deitado, inutilizável. Apareceram o Império Otomano e Denmark, todos salvos dos escombros e doidos para retirarem o Kiku de meus braços. Os dois começaram a discutir alguma coisa, enquanto eu tentava reanimar o Kiku. Império Otomano resolveu me atacar e tentar arrancar o Kiku de mim, mas fui mais rápida e corri até o carro deles que, por descuido do casal nada romântico, estava com a chave na ignição.
     Kiku acordou no carro e me agradeceu por salvá-lo. Estava prometendo me entregar uma coleção de mangás yaoi fresquinhos para eu ler (weeeeeeee, finalmente ganhei alguma coisa neste domingo atrapalhado :D). Mas não deu tempo de ele me entregar a recompensa porque, percebi, pelo retrovisor, que um carro cor de rosa com o recém casal lá dentro seguindo a gente numa velocidade absurdamente rápida e logo nos emparelhamos. Ficamos neste raxa até o Império Romano pegar sua cimitarra e cortar o nosso carro ao meio (ou melhor, o carro deles...kkkkkkkkkkk). Kiku viu uma praia próxima, colocou-me no seu colo (RODE, VC DEVIA SEGUIR O EXEMPLO DO KIKU EM DESDE FICAR COM AQUELE DONO DO PINTINHO RIDÍCULO) e pôs se a correr em direção a praia, me carregando. A idéia dele era tentar refúgio com o Rei da Atlântida (que não era o Paul - que descanse em paz). 

     Logo os dois patetas estavam nos seguindo e, quando pulamos na água e estávamos quase chegando lá, Denmark consegui pegar Kiku e, conseqüentemente, eu e acabamos na superfície. Seguiu-se uma discussão entre Denmark, Kiku, Império Otomano e até eu paguei de intrometida. No fim, quando estávamos na praia e Denmark insistia ainda na história do Kiku ser filho daqueles dois (que sinceramente, acho que eles fumaram algumas ervas, no mínimo) e já estava cansada daquela história. Mesmo com Kiku insistindo o contrário, Denmark tentou avançar nele e, bem, dei uma bela frigideirada nas regiões vitais do viking. Eu e Kiku saímos a lá Francis Bonnefoy enquanto escutávamos os gritos de Denmark e as risadas e reclamações de Império Otomano. Quando já estávamos suficientemente longe, Kiku me deu a recompensa (mais idéias mirabolantes para as minhas montagens no meu pc *aura malígna*). Sugeri levá-lo até a casa do Artie, mas ele quis que fôssemos à casa do Yao primeiro, já que, de certa forma, sentia-se culpado pela bagunça na casa do China (onde passei muito rápido para ver o que houve). 


     Chegando lá, fomos convidados a tomar chá e comer panquecas com maple syrup (o Amer...Canadá estava lá). Estava gostoso, mas, digamos, aquele maple syrup estava avermelhado demais para ser "normal". Estávamos com suspeita de Amer...Canadá ter virado um vampiro, já que ele quebrou uma xícara de chá do Yao e se cortou nos cacos, lambendo o ferimento. Rosa Kirkland apareceu (sabe lá como, aparatando?!) e falou que ele poderia ser uma fada, porque ele brilhava exposto ao sol. Mas discutimos muito sobre o que Canadá poderia ser, até eu ser interrompida pela ligação do Austria, pedindo para eu dar um jeito do Prússia (porque sempre estou certa em certas situações?!). Saí rápido para casa do meu amor (não é porque ele tinha me trocado com aquela aberração da natureza, que não vou deixar de amá-lo, né?!).
     Cheguei na casa do Rode e dei as paneladas básicas para tocar o Gilbo para fora. Depois de exterminada a praga, Rode preparou-me um jantar especial e passamos a noite só nós dois. Até que não foi ruim, afinal de contas, ganhei uma coleção de mangás yaoi e tive uma noite especial com meu Rode.



     Ah, e o Artie pediu para eu mostrar o presente do Tino, já que hoje é o aniversário dele. (Já mandou pelo correio, então deve chegar logo para você).

As pantufas é para você brincar com Sealand sem congelar os pés e a blusa para se manter quentinho neste inverno.

     Obrigada à todos pela atenção e principalmente ao Artie, por emprestar o pc.

Até mais...

Ps - Tenho uma outra missão: fazer esses dois velhos amigos se aproximarem mais (yaoi, yaoi, yaoi). 


[Off: Desculpem-me pelos erros de português e de enredo, encaixei melhor o que eu lembrei de ontem. E pela falta de fotos mais de acordo com os acontecimentos - pobre de fotos do Império Otomano e do Denmark/apanha]

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

After the movie...

Good Evening

     Minha semana, para variar, foi corrida. Principalmente porque tive que ajudar a organizar a comitiva que iria me representar na decisão das sedes das Copas do Mundo de 2018 e 2022. Infelizmente, não deu para Inglaterra ser a sede da de 2022 (dá para acreditar que foi o Qatar?). Esse povo gosta de gastar dinheiro. Os estádios meus, do America, do Austrália, do Japão, da Coréia do Sul estavam todos prontos e eles resolvem construir estádio no meio do Oriente Médio (correndo grandes riscos de atentados). Nem vou comentar sobre a eleição da Rússia ser a sede da de 2018 (todo mundo sabe que rolou acordo entre eles e os espanhóis, posso estar baleado da próxima vez que escrever neste post). Basch, seu conterrâneo Joseph Blatter acabou com a credibilidade da Fifa. (Acho melhor eu pedir para os meus conterrâneos investirem mais na UEFA ou no Campeonato Inglês mesmo).
     Fiquei tão estressado com essa bagunça toda (incluindo preparativos para o Casamento do Príncipe William, que Brittania vive me incomodando com modelos de convites =.=), que resolvi andar por Londres e ir à uma livraria. Lá, encontrei títulos interessantes, como este:





     Logo que vi o título, lembrei do China e do Rússia, mas muitos entusiastas podem pensar coisas mais...err...vamos dizer, em outro sentido (Hungria, estou ouvindo seu pensamento: yaoi, yaoi, yaoi!). Aproveitei e fui no shopping, ver se eu encontrava algumas idéias para presentes (logo terá o amigo secreto e não quero me perder ao comprar alguma coisa). Além disto, Lady Liechtenstein e Sealand querem presentes e, bem, não posso negar para eles, já que são crianças. Encontrei algumas coisas interessantes nas lojas que podem servir de exemplo para todos futuramente, por exemplo:



O America talvez iria gostar de ter um deste em sua casa.




Bom, eu queria saber a utilidade deste objeto em forma de granada dourada...Sugestões?



Sealand, vai querer uma pantufa destas?



Essa caneca eu achei o gosto do Sir Honda...
Isso seria muito útil para os perdidões do pedaço: América e Austria...
 
Olhei e lembrei do China, por quê será?





Mais um urso para a coleção do Canada??? Esse eu garanto que não fala. [off: Chewbacca do Star Wars]

     Depois de olhar um pouco o shopping, resolvi passar no cinema e advinhem? Fui finalmente assistir Harry Potter e as Relíquias da Morte (outro dia bem que tentei, mas estava uma fila enorme) . Ok, sou suspeito para falar da série de livros e filmes e tenho que admitir, fizeram um bom trabalho na adaptação. O único problema que encontrei não foi defeito do filme. Francis estava lá, na mesma sessão que a minha e pediu para sentar ao meu lado. (Ok, 2012 chegou, o mundo acabou, blablabla - Francis assistindo um filme inglês?) Acho que ele estava estranho, não implicou em nenhum momento sobre o filme (ou sobre minha pessoa). Contanto que não me atrapalhasse a assistir o filme, eu não iria começar um duelo - mesmo porque não tinha motivos =.=.



Ok, não pensem em besteira! [Off: não resisti...kkk...cena tensa]

     Depois do filme, ele me convidou para jantar em um restaurante. Um jantar entre amigos, foi o que ele disse. Fui com um pé atrás, sabendo que ele sempre tem segundas intenções. Enganei-me. O jantar foi agradável. Conversamos do resultado da WW3, sobre Canadá e America, sobre a palhaçada da Copa do Mundo, de tudo um pouco. Fiquei impressionado: um dia sem discutir nem brigar com Francis. O.O Quando saímos do restaurante, deparamos com o típico clima de inverno londrino.

[Off: ignorem as roupas atrás dos dois, ok?!]

     Em resumo, o dia não acabou tão mal quanto eu pensava. Nada como um cinema e um vinho com queijo para relaxar (vamos combinar, eu estava precisando mesmo!).

See you soon!


Ps - Francis dormiu em casa. O.O


[Off: Desculpem pelo post fail de hoje, pela tentativa de humor e de outras coisas implícitas tbém. Espero que gostem mesmo assim.]

sábado, 27 de novembro de 2010

Mad tea!!!

[Off: provavelmente não entrarei no msn enquanto não terminar este post, por causa da ***** que fica travando tudo qdo ligo o msn]

Good evening, everybody...

     Passei meu dia praticamente se recuperando da ressaca (graças ao dia anterior, no qual vou relatar parte dos acontecimentos depois...O.o). Assisti o jogo do Manchester United (goleada de 7x1 *_____*) e tomei chá com aspirina quase que o dia inteiro. Um pouco de descanço depois desta semana insana em que a Coréia do Norte provocou o Coréia do Sul pela 123487987410315576º vez =.= (quando eles vão parar de brigar, hein?), Irlanda em crise, enchendo minha paciência via telefone (pra variar, sei que ele me odeia, mas na verdade me ama...champz) e Basch processando algumas pessoas por compra de votos para decidir a sede da próxima Copa do Mundo (dizem as más línguas que os espanhóis concederam para Rússia ser a próxima sede se ganhassem a Copa este ano). Bem, o Basch sabe o que faz e vai investigar melhor isso.

Espero que resolva logo isso, está sujando o nome do futebol, humph!

     Mas vamos ao que interessa. O encontro ontem foi na casa do Ludwig e, foi bem movimentado. Alguns fatos podem estar embaralhados, visto que ainda estou meio de ressaca (Kiku, nunca mais coloque absinto em um chá! SÉRIO!).  Para começar, cheguei lá e Liechtenstein estava servindo um chá que ela tinha feito na cozinha do Doitsu. Mas, ela não entendeu o que estava escrito no pacote do chá e quando ela falou "canabis", bem, fiz algo indecoroso para um lord como eu (cospi o chá que estava na minha boca...). Para completar o cenário da loucura, Belarus só tinha a  cabeça, na qual Rússia veio com uma história para cima do Kiku para ele montar um gundam para ser o corpo da Belarus. (Ou foi ela que pediu pro Kiku, porque o Ivan era contra...O.o) Tino, Hungria e Gilbert também tomaram o chá "batizado" da Liech-chan (lógico, sem querer, ela não teve culpa se não entendeu o rótulo - Basch devia ensinar ela a examinar os rótulos de mercadorias direito). Roderich pelo jeito não estava em sua sã consciência e Alemanha, como sempre, tentando botar ordem na situação (amarraram quem bebeu o chá de maconha nas cadeiras até passar o efeito). 

     Sweden chegou logo depois e desamarrou o Tino, mas não sei porque cargas d'água eu lembro do Rode tomar banho com Gilbert (melhor não pensar sobre isso ou Hungria vai surtar aqui - não sei se pelo sentido yaoi ou por seu amor tomando banho com a pessoa que mais odeia WTF?!). Mas lembro que teve uma confusão com Doistu tirando a camisa e Ivan destruindo um gundam para Belarus não ter um corpo de novo. Só sei que tive que retirar Liech-chan dali e convidei o Kiku para irmos juntos à cozinha.

 Chá com Nihon: vou pensar duas vezes antes de deixá-lo usar o fogão.


Não sei como ele viu um pokémon, mas fazer o quê, a culpa é dele de estarmos dorgados naquela noite.

     Na cozinha, Kiku resolveu fazer uns cupcakes e eu um chá enquanto conversávamos com Liech-chan à respeito de presentes de natal e revistas yaoi que a Hungria emprestou à milady (que o Kiku tinha prazer em mostrá-las à menina - não tenho culpa se o Basch aparecer na sua casa após ler isso aqui). Mas não sei o que aconteceu e o Kiku suspeitosamente terminou de fazer o chá e nós três tomamos. Começamos a ver fadas verdes, Liech-chan me bateu sem motivo, Kiku além de ver o Pikachu começou a fazer mais chá batizado e começamos a rir sem parar. Liech-chan beijou a parede e eu achei que ela estava beijando um troll. Aí apareceu o Ivan na porta com sua cara de menino bonzinho psicopata homicida com sua garrafa de vodka característica e lógico que. no estado em que estávamos, convidamo-os a beber chá com a gente. Resultado: logo apareceu a Hungria, Roderich e até o Doitsu, mas até lá já estávamos doidões. 
 
Como Brittania diz: ele chegou "causando"!

      Brittania Angel apareceu (quer dizer, me transformei nele) e conjurei uma caixa de som com umas músicas boas para a gente dançar. Liech-chan fantasiada de Alice - arte do Kiku - estava doidinha cantando Lady Gaga em cima do balcão da cozinha (pra desespero do Ludwig, o MO de Wall-E versão Hetalia).



Para quem não sabe, é o robozinho responsável pela limpeza dos robos e vive limpando o Wall-E no filme (quase compulsivamente, como o Doitsu).

     Hungria também tomou do chá batizado e começou a competição de vira-vira, lógico, mudando o chá para bebidas mais....saudáveis (Jhonny Walker, sake e vodka...hehehe). Roderich começou a encher a paciência de todos e transformei ele em um sapo. Ivan ficava caçando bolinhas em tudo quanto é canto, então conjurei uma bola grande com o desenho do America nela. Ele ficou todo feliz...Mais pro final da festa, ele achou que era o Gilbo (naointendo). Kiku começou a tirar fotos (safado, queria era aumentar o portifólio de "vergonhas alheias" do seu pc, né?!). Só Hungria bêbada mesmo para beijar um sapo (ainda mais depois dele ser ameaçado de ser tacado na privada pelo Doitsu - o alemão está certo, exterminação de pragas). 

     Logo após o beijo, Hungria fez Austria beber vodka e ele começou a não bater bem também (me diz algum dia se alguém bate bem depois que bebe uma garrafa inteira de vodka - não vale citar o Ivan aqui). Até todos se cansarem e tipo, somente o Rússia ficou na cozinha fazendo sua "sopa de bolinhas" (na verdade, pegou o aparelho de som que eu conjurei e tacou na panela, enfiou sabe mais o quê nela e, bem, novo prato do cardápio russo). Rode achou que a tal "sopa de bolinhas" na verdade era bolo e virou uma confusão. A cozinha do Doitsu explodiu, eu acho.

 Olha a carinha de inocente que o Ivan veio pra cozinha.

Ele aqui já fazendo sua arte da gastronomia, a "sopa de bolinhas".

      Enquanto isso, todos estavam na sala já com a ressaca característica e, consegui descolar aspirinas para melhorar a cabeça de todos. Depois levei Liechtenstein para sua casa (aparatando). Outro dia fico mais tempo lá, já que era muito tarde (tive sorte do Basch estar dormindo...). Logo após, voltei para casa, realmente precisava de uma boa noite de sono.


     Acessando minha caixa de mensagens hoje, recebi este vídeo do Kiku (por quê será?). Acho que o America que vai gostar, mas sinceramente, fiquei com medo de um cara destes me seguindo por causa de um celular.

http://www.youtube.com/watch?v=BB7nMNjt5u0&feature=youtu.be

      Quem quiser, escreva suas conclusões à respeito.
     Por hoje é só.

See you soon.

Anotação mental:

NÃO ACEITAR NENHUMA BEBIDA PREPARADA PELO NIHON!

Recados:

Germany: Espero que sua casa não esteja destruída por causa de ontem (se bem que o America e o Rússia logo vão botar Berlim abaixo, então não sei porquê estou falando isso - lol).

Lady Liechtenstein: Desculpe o meu comportamento ontem, não vigiei você o suficente e você deve ter passado um vexame daqueles. Espero que seu irmão me perdoe (não tenho culpa se batizaram o chá). Ah, e esconde suas revistas de conteúdo duvidoso.

Rússia: Melhor vc patentear essa sua "sopa de bolinhas" logo, o America não perde uma oportunidade em transformar novidades idiotas em manias mundiais.

Para todos os envolvidos: Melhoras da ressaca!


[Off: não consegui evitar de colocar este vídeo da propaganda japonesa de celular...kkkkkkkkkkkkkkkk...Desculpe por alguns erros que pode conter o texto e algumas contextualizações, como o do filme Wall-E - recomendo para quem não assistiu ainda, é muito lindo mesmo! E desculpe por não ter fanarts melhores que ilustrem a situação cômica de ontem, que realmente, mereceu um post...kkkkkk]

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Soccer, wedding and terrorists!

Good evening,

     Nas correrias de sempre, vou resumir o que houve nesta semana (para ser prático...=.=). Meus pesadelos continuam. O meu último foi peso pesado, diga-se de passagem. E estranho!


     Isso que dá ficar jogando video game antes de dormir (como tentativa frustrada de evitar de ter sonhos estranhos, tento não ler nada antes de dormir por causa disso). Além da luta constante contra sonhos esquisitos, ainda tive que amargar a derrota no amistoso de futebol contra justamente o Francis (aff, ninguém merece mesmo!). Bom, pelo menos o meu foi de 2x1, o duro foi o Spain que levou de 4x0 de Portugal (rindo muito aqui). Ah, só para constar (já aproveitando e passando o boletim esportivo - WTF? -.-") Holanda ganhou de 1x0 da Turquia e, bem, o Brasil perdeu da Argentina por 1x0 (isso não foi difícil de descobrir, sendo que o Brasil ligou me enchendo a paciência depois, me estressando mais ainda). Depois que eu falo que a linha dura do técnico Dunga era melhor ele vive me xingando.Vai entender: disciplina não é com ele!
     Por falar no Brasil, eu realmente tive que entrar em contato com ele. Além de ameaças terroristas, WW3, entre outros problemas (Irlanda em crise, só não sei se é de verdade ou é tipo mesmo >.<), tenho um casamento para organizar. Um de meus chefes, Príncipe William irá se casar com Kate Middleton daqui a um ano e a noiva tem uma preferência por uma estilista brasileira. Britannia está radiante, mas eu, bem, estou pensando no quanto vai custar $$$. Ainda sobre o casamento, tive que receber uma visita do Francis (WTF?!). Isso mesmo, ele queria que um dos estilistas dele desenhasse a roupa para a noiva, mas eu já avisei para ele tirar o cavalinho da chuva. (Sinceramente, prefiro aturar o prosório do brasileiro). Ah, recebi de brinde a "dancinha da vitória dele" e o egocentrismo clássico de "eu sou melhor e mais classudo, blá blá blá". Não sei como meu alter ego feminino vive falando para eu perdoá-lo. NÃO VOU NUNCA!
     Só avisando: estamos em alerta por causa da possibilidade de atentados terroristas por parte da AlQaeda. (bem, isso o Prússia não consegue superar esses caras O.o). Tive que interceptar um avião que tinha destino para os USA por estes dias e, pra variar, tinha uma bomba prontinha para explodir a casa do America. Mas já demos um jeito na tal bomba.
     Agora, mudando de ares, vou responder aquele Questionário do Tomateiro de Feira, indicado pelo Alfred. (Embora eu não veja nada de interessante nisso - modo sarcástico on).

1. Como as pessoas te chamam? (incluindo apelidos você gostando ou não!)
Arthur, Artie, England, Igirisu, Iggy, United Kingdom, Tio Mago (pelo Paul, WTF?), Vendedor da Morte, Jerk (os dois últimos, de autoria de Gilbert e Sealand, os quais estão na minha lista negra >.<).

2. Quando nasceu e quantos anos tem? (ou aparenta ter)
Bem, eu já era um estado em 927 d.C e aparento ter 23 anos [Off: se tiver inconsistências nos dados, forgive me].

3. Seus hobbies são?
Ler livros, artesanatos, cozinhar, escutar música, principalmente rock *___*, criticar os filmes do Alfred, praticar magias.

4. Seu melhor amigo é?
Alfred (não sei até quando) e Kiku. E meus amigos imaginários.

5. Um inimigo?
Francis, sem dúvida!

6. Uma música?
The Clansman - Iron Maiden [Off: se tiverem outra sugestão, falem pra mim. É que toda vez que ouço falar do gosto musical do Iggy eu penso em Iron Maiden por ser uma banda inglesa de rock e essa música tem uma letra interessante.]

7. Se você pudesse morar em outro país, sem ser no seu, qual seria?
Japão ou Canadá (eu também incluiria o America se ele não fosse tão "I'm the hero! I'm the hero!").

8. E qual seria o último país que você moraria?
França e Espanha, claro.

9. Se você descobrisse ser gay, quem seria a primeira pessoa para quem você contaria isso e como seria?
Eu NÃO contaria para o Francis. Isso eu sei! Talvez eu aceitasse a consultoria do meu alter ego feminino ~.~.

 10. Se a pessoa que você mais ama te traisse, o que você faria?
Provavelmente eu iria discutir muito com ela (talvez até a ponto de ter uma guerra!).

11. Uma pessoa para você passar todos os dias da sua vida ao lado?
Meus irmãos (até certo limite). Err, e meus amigos imaginários.

12. Vamos supor que seu chefe é um idiota e resolveu entrar em guerra, quem você chamaria para se aliar a você?
Alfred, porque ele realmente é forte. E Kiku porque é disciplinado.

13. Seu sonho realizado seria?
Reconquistar o império que eu tinha outrora, a França sumir do mapa (e se Espanha sumir também, não fará diferença - *pensando "Se bem que preciso de uma cobaia para torturar." - Melhor não sumir com a Espanha.). E ir para Hogwarts e me formar em bruxaria ou conhecer a Terra Média!


Sessão fotos:

Uma guerra que você travou:



Um momento que você queria apagar da sua mente:

Este momento é tão desagradável que prefiro nem lembrar...

Eu ainda mato quem colocou isso nesta parede!

Você seduzindo com vigor:





 Um dia que você se divertiu muito com seus amigos:
 Se não me engano,  foi uma festa na casa do Kiku.



Copa do Mundo é Copa do Mundo!

 Aquela garota/garoto que você chamaria para dançar com você em uma festa:

 [Off: queria ter achado mais fotos, mas...]


Sua versão no sexo oposto: (Nyotalia)


Sua cidade/capital: Londres




     Ah, e por último (em tempo), o presente do Latvia (sorry, it's late). Espero que goste, já que sei que gosta de ler.
     E agora vou em meu compromisso importante (assistir Harry Potter e as Relíquias da Morte).

See you later!

[Off: desculpem se o post ficou enorme....espero que gostem!]